23 de jul de 2015

Fearg FECIS e Festa da Gila - 2015

Olá pessoas!
Registros das minhas últimas atividades.
Esse ano eu fui para a Feira de Artesanato e Comércio de Rio Grande, depois de dois anos sem poder ir -estava fora da cidade.
O movimento foi pequeno para mim, mas deu legal, embora muito menos que nos outros anos. Engraçado que tenho a impressão que quanto mais me esforço, menos ganho.
É o tipo de coisa que aconbtece pra testar nossa resistência!
Esse ano coloquei meus bico de pena e aquarelas em exposição também, sabia que dificilmente se venderia algo - por causa do preço, mas eu nem me importo com isso.
Esse foi meu estande da Fearg 2015. A placa das caricaturas foi modificada e não tinha quase nada de caricaturas, mas tinha aquarelas e bicos de pena esse ano. Meu objetivo para ano que vem é fazer algo bem diferente.


SEja como for, fico feliz de ver a evolução do meu traço!
E então eu soube de  uma outra feira que ia ter em Bom Jesus. Entrei em contato com eles, consegui um lugar e parti de mala, prancheta e folhas.
A 10 Festa da Gila e 3 Festa do Queijo Artesanal Serrano aconteceu de 15 a 19 de julho.
Foi a minha primeira feira fora da minha cidade, primeira experiência desse tipo. Saí de Rio Grande na madrugada da terça feira, e comprei a passagem para Bom Jesus as 10h da manhã em Porto Alegre. Eu tive um intervalo de 3 hs até embarcar, então aproveitei que estava em Porto Alegre para ir até a Koralle.
Indo a pé da rodoviária de Porto Alegre até a loja da Koralle, dá uma hora de caminhada.
De Porto Alegre até Bom Jesus dá quase 9 hs de viagem.
A cidade de Bom Jesus é bem pequena, mas eu gosto de cidade assim!
Bom, a Feira aconteceu bem durante essa época de chuvas que aconteceu aqui no RS, e de ônibus pelo caminho eu ví o que tava acontecendo pois o ônibus parava em todas as cidades pequenas pelo caminho -o destino final é São José dos Ausentes.
A chuva e o vento atrapalharam muito a feira, mas eu não sou louca de reclamar pq teve gente em situação bem pior que perdeu tudo nas enchentes.
No terceiro dia as coisas começaram a melhorar, o tempo ficou bom e muito frio. Ainda assim não tinha grande movimento. Alguns expositores reclamaram que esse feira foi a mais fraca de todas. Teve gente que não vendeu nada.
Não me frustrei muito com as poucas vendas. Primeiro por que foi a minha primeira feira fora da cidade e eu estava lá sozinha - e ninguém acerta de primeira.Segundo porque as chuvas estavam atrapalhando e quanto a isso não se pode fazer nada.
Terceiro, que o que eu ganhei foi pra cobrir minha hospedagem e alimentação... Não ganhei nem perdi financeiramente, mas ganhei muito como experiência.
Fiquei todo esse tempo incomunicável pela internet, e de verdade, não senti nenhuma falta.

Esse é meu cavalete desmontável, já com a placa e minhas cadeiras. Coloquei bem na meio da feira, onde tinha mais fluxo de pessoas.  Não ganhei um estande, embora eu tivesse pago uma quantia para estar aí. Não demorou nada e eu fiz amizade com os outros expositores. O bacana das feiras é o tanto de gente legal que a gente conhece. No meu último dia de feira, quando as pessoas de outras cidades foram, foi o meu melhor dia. Trabalhei muito.


Não levei máquina fotográfica! Então tirei umas fotos no celular, que ficaram péssimas, Essa é a igreja de Bom Jesus. 

 E uma casa que eu gostei bastante. Fica do lado da igreja.


Eu fiquei no Hotel Angelina, que aliás atende muito bem e tem um bom café da manhã. Escolhi um quarto baratinho, pequeno.  Essa era a vista da minha janela. Toda noite eu ficava cuidando aquela chaminé. 




E diga-se de passagem, muito bem acompanhada! Esse vinho da marca Hortência é muito bom, recomendo. Trouxe uns bons de lá na minha mala!
Observação: Eu bebo vinho, mas não bebo pra cair, kkkk, essa cena vocês nunca irão ver!


E a minha janela de noite, agora sim a chaminé está ligada.  A viagem valeu de verdade por essas coisas.

No fim, o resultado foi muito positivo! Não ganhei muito dinheiro, o movimento foi fraco pelo o que foi citado no texto, no último dia a coisa deu muito certo, e valeu pela experiência! Conheci muita gente que não teria como conhecer, se não fosse pela viagem. Ví as cidades da volta, e aliás, quero voltar pra passear, kkk. Já posso dizer que conheço os Aparados da Serra! 
Até mais!
Agora volto a programação normal de preparar a exposição para o Club Marine Piraeus. 

Abraço, Rosali.


Nenhum comentário: